Procon-GO realiza pesquisa de preços de produtos comercializados no Dia de Finados

Com a proximidade do Dia de Finados, preços de velas e flores tendem a aumentar

Com a proximidade do dia de finados, é comum o aumento nas vendas de produtos como velas, flores, coroas, etc. E como a demanda será grande, a variação dos preços praticados também segue a mesma tendência, reforçando a velha dica de sempre, pesquisar. O Procon realizou uma pesquisa com a intenção de orientar os consumidores sobre os cuidados na contratação de planos de assistência funerária, comum nesta época, em que muitos vendedores aproveitam do momento de vulnerabilidade do consumidor, que pode acabar resultando em uma contratação desses serviços sem os devidos cuidados e atenções necessárias.

Ao todo, foram visitados 13 estabelecimentos comerciais, sendo oito supermercados e cinco floriculturas. As flores e coroas tiveram aumento bastante expressivo, se comparado o preço médio praticado em novembro de 2012, com os praticados atualmente. O aumento pode chegar a 50%.A vela 7 dias da marca São Tarcísio, foi o produto que apresentou a maior variação entre menor e maior preço, chegando a 109,87% de variação. Esse produto foi encontrado desde R$ 3,95 até R$ 8,29. A unidade da rosa foi encontrada ao menor preço de R$ 3,00 enquanto o maior preço chegou a R$ 5,00, variação de 66,67%.

Como a intenção da pesquisa é a economia, uma boa dica é evitar adquirir produtos de ambulantes, e compra-los antecipadamente, como as velas por exemplo, pode significar uma boa economia pro consumidor. Da mesma forma, as flores, coroas, etc, se for possível adquirir com um pouco de antecedência, há grande possibilidade de se pagar menos, pois a demanda ocasionada no dia de finados poderá encarecer os preços dos produtos.

 

fonte: Procon-GO

foto: noticiasbanduol.com

Gostou!? Então curta o Estado de Goiás!!


Comentários









 


Atualizacoes no meu email

Responder ao comentário (Cancelar)

Busca

Notícias, imagens, informações e tudo mais...

Siga-nos!

Twitter, email diário, rss e facebook