• estadodegoiasnotic

Vanderlan Cardoso defende senador flagrado com dinheiro na cueca

O senador por Roraima Chico Rodrigues (DEM), então vice-líder do governo, foi flagrado pela PF com dinheiro na cueca


Outubro 17, 2020

Vanderlan Cardoso saiu em defesa do senador Rodrigues com dinheiro enfiado nas nádegas dentro da cueca


O senador Chico Rodrigues (DEM-RR), então vice-líder do governo, foi flagrado pela PF com R$ 33 mil na cueca em operação sobre supostos desvios na Saúde. Chico Rodrigues atuava como vice-líder do governo de Jair Bolsonaro no Senado desde março de 2019. Porém, diante da repercussão da investigação, deixou o posto nesta quinta-feira (15).


A operação da PF

A investigação da Polícia Federal e da Controladoria Geral da União (CGU) apura desvios de cerca de R$ 20 milhões em emendas parlamentares destinadas para o combate à pandemia do novo coronavírus em Roraima.

Segundo a PF, um grupo criminoso formado por políticos, servidores e empresários fraudou licitações para contratar determinadas empresas pela Secretaria Estadual Saúde (Sesau) de Roraima. A CGU identificou indícios de sobrepreço e superfaturamento nas contratações feitas pela pasta na compra de itens como Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e testes rápidos de detecção da Covid-19.


A apreensão


Imagem do relatório da PF mostra o momento em que o dinheiro foi encontrado na cueca do senador


A PF suspeita que o senador tenha colocado o dinheiro na cueca após a chegada dos agentes. No total, o parlamentar escondeu R$ 33.150 nas partes íntimas. O montante foi encontrado após um dos policiais identificar “um grande volume em formato retangular na parte traseira das vestes do senador”.


Ministro Luis Barroso


Após a operação da PF, a permanência de Chico Rodrigues como vice-líder do governo, cargo que ocupava desde março de 2019 no Senado se tornou insustentável . O senador pediu para deixar o posto e a sua saída foi oficializada pelo presidente Jair Bolsonaro no início da tarde de quinta-feira (15).

A Polícia Federal e a PGR chegaram a pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do senador e o afastamento dele do cargo. A PF entendeu ser necessária a prisão preventiva. Já o Ministério Público se manifestou pela prisão domiciliar com monitoramento eletrônico e a proibição de que Rodrigues se comunique com outros investigados.

Luís Roberto Barroso, ministro do STF, rejeitou as duas modalidades de prisão e definiu apenas o afastamento do mandato por 90 dias e a proibição de comunicação entre Rodrigues e os investigados. Porém, a determinação feita pelo ministro ainda precisa do aval do Senado.


Vanderlan Cardoso


O candidato a prefeito de Goiânia Vanderlan Cardoso (PSD) defendeu em um áudio postado num grupo de whatsapp de senadores, o senador Chico Rodrigues (DEM) em virtude do episódio da cueca cheia de dinheiro e ataca o Supremo Tribunal Federal que determinou o afastamento do parlamentar por 90 dias.

“Não podemos aceitar essa interferência, decisão absurda de um ministro do Supremo, que tomou decisão autoritária.” afirmou. E continua: “A decisão monocrática do ministro do STF fere a instituição e as garantias constitucionais. Apenas uma decisão plenária, como prevê a nossa Constituição, pode afastar um parlamentar. Qualquer conduta irregular do senador Chico Rodrigues deve ser analisada pelo Conselho de Ética da Casa e, se comprovada dentro do processo legal, devidamente punida”, informou mais cedo, em nota.

Entretanto, após a repercussão do escândalo do dinheiro na cueca ele disse que seu objetivo foi defender a instituição Senado atacada por decisão monocrática do ministro do Supremo.

Chico Rodrigues


O senador Chico Rodrigues é integrante de uma comissão formada por 12 parlamentares para monitorar o uso do dinheiro público no combate à pandemia do coronavírus.

A instalação da comissão está prevista no decreto de estado de calamidade pública, que entrou em vigor no dia 20 de março e tem vigência até o dia 31 de dezembro deste ano.

O relator desta comissão é o Deputado Federal Francisco Jr. (PSD-GO), do mesmo estado e colega de partido de Vanderlan Cardoso.


Chico Rodrigues diz que provará inocência.





16 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco

@2020 - Apaixonadamente criado por IPÊ-ESTRATÉGIAS